O que Diria Popper à Literatura Administrativa de Mercado?

Citar

APA

Mattos, P. L. C. L. (2003). O que Diria Popper à Literatura Administrativa de Mercado?. RAE-Revista de Administração de Empresas, 43(1), 60-69. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000100007

ABNT

MATTOS, P. L. C. L. O que Diria Popper à Literatura Administrativa de Mercado?. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 1, jan-mar, p.60-69, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000100007

Pedro Lincoln C. L. Mattos - UFPE - Outros artigos deste autor

A produção de teoria em administração tende hoje a opor, pelo menos metodologicamente, ambientes acadêmicos e aqueles em que tal conhecimento se desenvolve sob motivação de mercado. Escrito do ponto de vista dos primeiros, este artigo é uma reflexão crítica sobre a base epistemológica que parece sustentar os segundos. De fato, trabalhando no limite entre simples senso comum e conhecimento tradicionalmente considerado científico, o método e o argumento usuais que alimentam diretamente empresas, seus consultores e um crescente número de leitores é a indução sobre a experiência "caso após caso, se funcionou para outros, funcionará para você". Essa é, na verdade, uma questão epistemológica clássica que foi abordada de forma antológica por Karl R. Popper e constitui o centro do artigo. De suas conclusões sobre a lógica da pesquisa científica, podem fluir deduções interessantes tanto ao mundo da gerência quanto da academia, apresentadas na parte final do texto.

The production of knowledge in the field of administration, nowadays, tends to oppose at least methodologically academic settings and those where that knowledge grows under market motivation. This article, written from the point of view of the former, is a critical reflexion on the epistemological background supporting the latter. The main method and argument of the management market discourse, in the border between the simple common sense and the traditionally called scientific knowledge, is the induction from experience ("one fact after the other, if it has worked for others, will also work for you"). It directly feeds firms, their consultants and a growing number of readers. This is really a classical, epistemological question which was anthological treated by Karl R. Popper and constitutes the core of this paper. From the philosopher's conclusions on scientific logic, interesting deductions could stem to the world of management.

Lógica indutiva em administração; teoria popperiana e administração; literatura administrativa de mercado; consultoria vs. academia.
Inductive logic in administration; Popperian theory and management; market administrative literature; consultancy vs. academy.
Num. Páginas: 
60-69

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede