Aprendendo com o "ohnoismo" (produção Flexível em Massa): Lições para o Brasil

Cite

APA

Ferro, J. R. (1990). Aprendendo com o "ohnoismo" (produção Flexível em Massa): Lições para o Brasil. RAE-Revista de Administração de Empresas, 30(3).

ABNT

FERRO, J. R. Aprendendo com o "ohnoismo" (produção Flexível em Massa): Lições para o Brasil. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 30, n. 3, jul-set, 1990.

Jose Roberto Ferro - FGV/EAESP - Outros artigos deste autor

O "Ohnoísmo" superou o fordismo-taylorismo como filosofia e método de produção industrial e vem se transformando no paradigma dominante mundialmente. Embora inúmeras empresas no Brasil tenham iniciado o processo de mudança em direção a esse novo sistema, persistem ainda inúmeras interpretações incorretas a seu respeito. Apresentamos as características fundamentais do "Ohnoísmo", algumas das principais confusões que se fazem a seu respeito e sugerimos alguns passos básicos a serem seguidos para a implantação desse novo sistema.

"Ohnoism" has overcome fordism-taylorism as an industrial production method and philosophy and has become the worldwide dominant paradigm. Many companies in Brazil have started the change process towards this new system, but many incorrect views about it still prevail. In this paper we present "Ohnoism" basic features, some of its most important misinterpretations and suggest some basic steps to be followed upon implementing this new system.

Ohnoísmo, Sistema de Produção Toyota, Administração da Produção Industrial, Sistema Japonês de Produção.
Ohnoism, Toyota Production System industrial production management, Japanese production system, JIT, KANBAN, KAYSEN, flexible production.

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede