Expectativas Profissionais no Discurso de Terceirizados em Ti

Citar

APA

Lopes, A. L. S. V., Silva, J. R. G. da. (2009). Expectativas Profissionais no Discurso de Terceirizados em Ti. RAE - eletrônica, 8(2).

ABNT

LOPES, A. L. S. V.; SILVA, J. R. G. da. Expectativas Profissionais no Discurso de Terceirizados em Ti. RAE - eletrônica, v. 8, n. 2, julho-dezembro, 2009.

Ana Luiza Szuchmacher Veríssimo Lopes - Outros artigos deste autor
José Roberto Gomes da Silva (in Memoriam) - PUC-RJ - Outros artigos deste autor

Algumas das características mais acentuadas nas discussões recentes sobre as relações de trabalho são a redução do emprego formal e o crescimento do discurso de flexibilização, traduzido em expressões como empregabilidade e em práticas como a terceirização. Essa flexibilização não implica, porém, que as organizações deixem de esperar elevado comprometimento dos trabalhadores ou que o desejo de construir uma carreira sólida e estável tenha perdido o sentido para os profissionais, o que sugere haver inúmeras ambiguidades inerentes às atuais relações. Este estudo investiga como tal contexto interfere nas expectativas de indivíduos que atuam na condição de terceirizados na área de Tecnologia da Informação (TI) de grandes empresas, observando os discursos que desenvolvem sobre suas condições profissionais e suas carreiras. Os resultados apontam quatro tipos de perfis discursivos - o desiludido, o ambivalente, o cético e o crédulo. Nas conclusões, discutem-se possíveis implicações desses perfis para os indivíduos e para seus empregadores.

Some of the most striking characteristics of recent discussions about labor relations are the reduction in formal employment and the growth in the discourse about flexibilization, which are translated into words like employability and into practices like outsourcing. This flexibilization, however, does not imply that organizations no longer expect their workers to be fully committed or that the wish to construct a solid and stable career has lost its meaning for professionals. This suggests that there are countless inherent ambiguities in current relations. This study investigates how such a context interferes in the expectations of the individuals who work as outsourced employees in the IT area in large companies, by observing the discourses that develop about their professional conditions and their careers. The results indicate there are four types of discursive profile - the disillusioned, the ambivalent, the skeptical and the credulous. The possible implications of these profiles for individuals and for their employers are discussed in the conclusions.

Relações de trabalho, terceirização, profissionais de TI, carreira, análise do discurso.
Labor relations, outsourcing, IT professionals, career, discourse analysis.

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede