Do Sólido ao Fluido: Contradição Organizacional e Paradoxo na Reconstrução de Identidade

Citar

APA

Ghadiri, D. (. P., Davel, E. (2006). Do Sólido ao Fluido: Contradição Organizacional e Paradoxo na Reconstrução de Identidade. RAE - eletrônica, 5(1).

ABNT

GHADIRI, D. (. P.; DAVEL, E. Do Sólido ao Fluido: Contradição Organizacional e Paradoxo na Reconstrução de Identidade. RAE - eletrônica, v. 5, n. 1, janeiro-junho, 2006.

Djahanchah (sacha) P. Ghadiri - Outros artigos deste autor
Eduardo Davel - ÉT. COMMER - Outros artigos deste autor

Com o objetivo de estimular novos entendimentos acerca de paradoxos e contradições discursivas, a presente pesquisa examina como a identidade é formada e transformada, dentro e ao redor de contextos organizacionais. Desenvolve-se um esquema conceitual em que a identidade é construída e reconstruída a partir da percepção e evocação de imagens, textos, impressões, julgamentos, e situações que expressam algo sobre indivíduos e sobre aqueles com quem esses indivíduos interagem. Tal esquema é ilustrado com base em eventos fictícios, inspirados por um estudo numa empresa do setor moveleiro. De modo geral, esse estudo presume que a identidade nas organizações pode ser melhor compreendida prestando-se mais atenção ao processo de (re)construção de identidade num plano individual e interpessoal de análise. A pesquisa sugere que um melhor entendimento da (re)construção da identidade nesse plano pode contribuir para (a) desafiar a forma como a identidade tem sido (tradicional e teoricamente) abordada nas organizações; (b) iluminar processos de reflexão, regulação e intervenção da identidade de membros organizacionais no dia-a-dia de trabalho, e (c) estimular novos entendimentos sobre a relação que alguns paradoxos comuns e contradições discursivas da vida organizacional têm com a identidade.

In order to stimulate new understandings on paradox and discursive contradictions, this research examines how identity is formed and transformed in and around organization settings. It develops a conceptual scheme in which identity is constructed and reconstructed from perceived and evoked images, texts, affects, judgments and situations expressing something about ourselves and people we interact with. It also provides an illustration of the framework based on fictional events inspired by the study of a company in the furniture sector. Broadly, this examination assumes that identity in organizations can be better understood if we pay more attention to the identity (re)construction process at an individual and interpersonal level of analysis. Our research suggests that a better understanding of identity (re)construction at this level may profitably (a) challenge the way identity in organizations has been (traditionally and theoretically) approached; (b) illuminate processes of identity reflexivity, regulation and intervention by organizational members in everyday life at work and (c) stimulate new understandings on how some common paradox and discursive contradiction, appearing in organizational life, are related to identity.

Identidade organizacional, paradoxo, contradição discursiva, identidade individual.
Organizational identity, paradox, discursive contradiction, individual identity.

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede