Neo-institucionalismo na Produção Acadêmica em Administração

Citar

APA

Kirschbaum, C., Porto, E. C., Ferreira, F. C. M. (2004). Neo-institucionalismo na Produção Acadêmica em Administração. RAE - eletrônica, 3(1).

ABNT

KIRSCHBAUM, C.; PORTO, E. C.; FERREIRA, F. C. M. Neo-institucionalismo na Produção Acadêmica em Administração. RAE - eletrônica, v. 3, n. 1, janeiro-junho, 2004.

Charles Kirschbaum - Outros artigos deste autor
Elvio Corrêa Porto - Outros artigos deste autor
Fernando Coelho Martins Ferreira - Outros artigos deste autor

O presente artigo investiga o processo de decisão de pesquisa das comunidades acadêmicas de Gestão no Brasil, especialmente frente às exigências da CAPES. Primeiramente, revisitamos a situação da academia brasileira antes das normas da CAPES, exploramos a seguir a reação dos acadêmicos frente ao novo marco institucional, fazendo uso de fontes secundárias e entrevistas com pesquisadores brasileiros e norte-americanos. Finalmente, traçamos algumas proposições preliminares para o processo decisório subjacente a esse comportamento. Concluímos com uma revisão de diversas formas adotadas pelas instituições brasileiras de tentativa de adaptação às normas e perspectivas futuras de evolução da pesquisa em Gestão no Brasil. Sugerimos que, ainda que a CAPES tenha desempenhado um papel fundamental de disciplinador do meio acadêmico, existe uma oportunidade de discussão do seu papel e arranjo institucional no longo-prazo, quanto às suas funções, na medida em que a academia não necessite mais de um órgão especializado para sustentar tanto o volume de pesquisa, quanto a sua interação com a comunidade.

This article investigates the research decision-making process of Brazilian academic communities, focusing especially on the reaction to CAPES´s requirements. Firstly, we revisit the Brazilian academy scenario before CAPES' new rules. Secondly, we explore the researchers' reaction upon the new institutional frame. Thirdly, we generate several propositions on the decision-process underneath such behavior, which are contrasted against the insights collected throughout interviews with Brazilian and American researchers. We expose the range of strategies the Brazilian institutions elaborated in order to cope with the new rules. In addition, we explore the interviewees' perspectives on the research in Brazil. Finally, we suggest that although CAPES has played a key-role in establishing a discipline to the academic field in Brazil, the academic community should raise the discussion on CAPES' role and institutional structure in long-term. The community should review CAPES' functions, in tandem with the higher maturity of the academy, and its interaction with the whole community.

CAPES, ensino em Administração, produção acadêmica, Administração, educação.
CAPES, teaching in Management, academic research, Management, education.

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede