Economia circular: Um novo valor para negócios sustentáveis

Circular economy: A new standard for sustainable business
Economía circular: Un nuevo valor para negocios sostenibles
Citar

APA

Silva, V. P. da. (2019). Economia circular: Um novo valor para negócios sustentáveis. RAE-Revista de Administração de Empresas, 59(3), 222.

ABNT

SILVA, V. P. da. Economia circular: Um novo valor para negócios sustentáveis. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 59, n. 3, maio-junho, p.222, 2019.

Valdenildo Pedro da Silva - Instituto Federal do Rio Grande do Norte - Outros artigos deste autor

Em tempos de colapso e desperdícios ambientais, torna-se essencial a adoção da economia circular, centrada na redução, reutilização, restauração e regeneração de materiais e energia em circuitos fechados. O modelo econômico linear vigente não é sustentável e está em seu limite. Conduzido pela filosofia extrair-fabricar-usar-descartar produtos e energias, ele é ameaçador da estabilidade das economias e da integridade dos recursos naturais. Nesse contexto, a economia circular ressurge como um novo valor para os recursos extraídos e produzidos em circularidade, por meio de cadeias produtivas integradas. Esse novo valor pode gerar oportunidades, além de benefícios socioeconômicos e ambientais, seja para a sociedade, seja para as organizações. Trata-se, portanto, de uma economia pautada no uso e no valor restaurativo e regenerativo dos recursos naturais. As obras aqui indicadas preenchem lacunas conceituais sobre economia circular no campo da Administração. Elas sugerem possibilidades de temas e questões de pesquisa sobre fluxos reversos de materiais e de energia, bem como práticas de economia circular que podem ser adotadas por ambientes organizacionais. Tal bibliografia pode contribuir para a formulação de políticas públicas não apenas direcionadas ao gerenciamento de resíduos, mas também ao design de produtos e sistemas. Além disso, por seu turno, discute temas que versam sobre preservação do capital natural, otimização dos recursos, minimização de riscos ambientais e gestão de estoques finitos e de fluxos renováveis. Portanto, a incorporação desses temas e práticas ao cotidiano das organizações pode fortalecer os negócios, de modo a torná-los sustentáveis.

 

In times of environmental collapse and waste, it is essential to adopt a circular economy, focused on reducing, reusing, restoring, and regenerating materials and energy within closed circuits. The current linear economic model is not sustainable and has reached its limit. It is driven by a philosophy of extracting–making–using–discarding products and energy, which threatens the stability of economies and the integrity of natural resources. The circular economy emerges as a new standard for resource extraction and production, through integrated productive chains. This new standard can generate opportunities as well as socio-economic and environmental benefits, both for society and for organizations. Therefore, it can be considered an economy based on a restorative and regenerative use of natural resources. The works indicated here fill conceptual gaps in the circular economy  within the field of Administration. They suggest possibilities for research themes and questions on reverse flows of materials and energy, as well as practices of circularity that can be adopted in organizational environments. Such a bibliography can contribute to the formulation of public policies  not only directed to waste management, but also to product and system design. This text addresses topics such as the preservation of natural capital, optimization of resources, minimization of environmental risks, and management of finite stocks and renewable flows. Incorporating these themes and practices into the daily routines of organizations can strengthen business through sustainability.

 

Num. Páginas: 
222

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede