Mulher de fibra

Cite

APA

Wilner, A. (2017). Mulher de fibra. GV-executivo, 16(6).

ABNT

WILNER, A. Mulher de fibra. GV-executivo, v. 16, n. 6, novembro-dezembro, 2017.

Adriana Wilner - FGV EAESP - Outros artigos deste autor

 As mulheres representam 37% dos alunos matriculados nos principais cursos universitários de supply chain do mundo, de acordo com uma pesquisa da comunidade de aprendizagem SCM World. No entanto, elas ocupam apenas 5% das posições de liderança na área nas 500 maiores corporações mundiais listadas pela revista Fortune.

A niteroiense Eliane Rodrigues dos Santos é uma delas. “Recém-promovida à Diretoria de Logística da BASF para a América do Sul, Eliane assume a nova responsabilidade a partir de janeiro de 2018. Será responsável por gerenciar cerca de 400 colaboradores em 18 unidades produtivas que fabricam milhares de produtos, das tintas Suvinil a defensivos agrícolas. 

Formada em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mestrado em Transporte e Logística pela sueca Chalmers University of Technology, Eliane trabalhou por um breve período na IBM antes de entrar na BASF, em 1998, mudando-se para São Paulo. Foi uma das primeiras mulheres gerentes na área de supply chain da empresa no Brasil. No início, teve de lidar com preconceitos, como quando pediram para ela trazer “um cafezinho” em uma reunião. Hoje, as mulheres ocupam 37% dos cargos de liderança em supply chain na BASF e são 50% dos candidatos em potencial para a área.

Nesta entrevista exclusiva à GV-executivo, Eliane fala sobre o papel das mulheres em supply chain e discute os desafios para a área no Brasil.

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede