Dois Motores do Crescimento Corporativo

Citar

APA

Fleck, D. L. (2003). Dois Motores do Crescimento Corporativo. RAE-Revista de Administração de Empresas, 43(4), 10-24. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000400002

ABNT

FLECK, D. L. Dois Motores do Crescimento Corporativo. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 4, out-dez, p.10-24, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000400002

Este artigo propõe a estrutura geral de dois motores atuantes em processos de crescimento da empresa. São eles: o de crescimento contínuo, que compreende um processo no qual crescimento produz mais crescimento, e o de co-evolução, que relaciona o crescimento concomitante de um todo e suas partes, a exemplo de uma indústria (todo) e suas firmas (partes). A concepção dos motores inspirou-se na obra de Chandler intitulada The visible hand (1977). O minucioso exame da obra segundo a perspectiva orientada a processo de Mohr (1982) buscou responder à questão qual é a teoria de Chandler a respeito de como e por que a moderna empresa de negócios (MEN) surgiu e cresceu?. Quatro classes de processos - formação da MEN, desenvolvimento da MEN, formação da indústria e desenvolvimento da indústria - foram identificadas e descritas por meio de encadeamentos de relações de necessidade (baseadas em condições necessárias mas não suficientes). Embora tenham menor poder preditivo que as relações causais (baseadas em condições necessárias e suficientes), as relações de necessidade parecem melhor descrever a realidade complexa das relações envolvidas em processos organizacionais. Finalmente, o exame do crescimento da indústria de microcomputadores à luz dos motores de crescimento propostos fornece evidências de que estes são adequados para analisar indústrias modernas, sugerindo que os motores de crescimento contínuo e de co-evolução são potencialmente trans-históricos e oferecem contribuição para uma teoria geral e para a prática da gestão do crescimento corporativo.

This paper advances the general structure of two motors in corporate growth processes. They are: the continuing growth motor, which comprises a process whereby growth produces more growth, and the co-evolution motor, relating the concomitant growth of parts and whole, such as firms (parts) and their industry (whole). The paper drew on Chandler´s The Visible Hand (1977) to derive the proposed motors. Chandler's book was thoroughly examined within Mohr's (1982) process-oriented perspective seeking to answer the question what is Chandler's theory on how and why did the modern business enterprise (MBE) appear and grow? Four processes- MBE formation, MBE development, industry formation and industry development - were identified and described by means of chains of necessary relations (base on necessary conditions). Although endowed with less predictive power than causal relations (based on necessary and sufficient conditions), necessary relations are likely to better describe the complexity of social processes. Finally, the microcomputers industry growth was examined in the light of the proposed motors. The analysis revealed their adequacy to explain the emergence of modern industries, suggesting that the proposed motors are potentially transhistorical, contributing therefore to a general theory and to the management of corporate growth.

Crescimento da empresa, motores de crescimento, crescimento contínuo, co-evolução de firmas e indústria.
Corporate growth, growth motors, continuing growth, co-evolution of firms and industry.
Num. Páginas: 
10-24

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede