Tempo de Mudanças: Sobrevivência de um Hospital Público

Cite

APA

Cherchiglia, M. L., Dallari, S. G. (2006). Tempo de Mudanças: Sobrevivência de um Hospital Público. RAE - eletrônica, 5(2).

ABNT

CHERCHIGLIA, M. L.; DALLARI, S. G. Tempo de Mudanças: Sobrevivência de um Hospital Público. RAE - eletrônica, v. 5, n. 2, julho-dezembro, 2006.

Em um contexto de globalização e reforma do Estado, as organizações de saúde vêm experimentando pressões para aumentarem a eficiência e a efetividade. Ocorreram mudanças nos métodos de financiamento e remuneração das ações de saúde e introdução de novos agentes de regulação. Neste estudo é discutido como esse ambiente - com restrições orçamentárias e novas regras do jogo - acarretou adaptações e mudanças institucionais em um hospital público. Foi realizado um estudo de caso no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais e foram analisados indicadores selecionados de produção entre 1994-2000 e a percepção dos trabalhadores e gerência sobre as mudanças institucionais. Para análise da percepção foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com o corpo diretivo e grupos focais com os trabalhadores. Para contornar esse ambiente de "turbulências", o Hospital das Clínicas implementou estratégias racionalizadoras e adaptativas de mudança organizacional, aumento da produção e busca de novos parceiros-financiadores.

The Brazilian health organizations have been forced to increase its efficiency and effectiveness. Changes in hospitals are observed in ways of financing and remuneration, due to the introduction of new regulation agents. The aim of this study was to know how this reforming environment, with budgetary restrictions and new game rules, was inductive of institutional adaptations in a public university hospital. A case study was carried out within the Hospital of Federal University of Minas Gerais (HC/UFMG) in order to analyze the behavior of selected production indicators for the period between 1994 and 2000. To understand how the workers and the management perceived the changes, partially structured interviews with the directive body as well as focal groups with the workers were conducted. Findings showed that in order to find a path for survival in an unstable and turbulent environment, the HC/UFMG implemented organizational strategies for adaptation, increased production and search for new supportive partners.

Reforma do Estado, setor de saúde, eficiência, hospital universitário, hospital público.
State reform, health sector, efficiency, university hospital, public hospital.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede