Organização Científica do Trabalho Reinventa um Mercado Tradicional: o Caso do Fitness

Citar

APA

Pinheiro, I. A., Pinheiro, R. R. (2006). Organização Científica do Trabalho Reinventa um Mercado Tradicional: o Caso do Fitness. RAE - eletrônica, 5(2).

ABNT

PINHEIRO, I. A.; PINHEIRO, R. R. Organização Científica do Trabalho Reinventa um Mercado Tradicional: o Caso do Fitness. RAE - eletrônica, v. 5, n. 2, julho-dezembro, 2006.

No setor de fitness, que cresce em expressão econômica, percebe-se um movimento que poderia sugerir um retrocesso: a adoção dos princípios e das técnicas da organização científica do trabalho (OCT) combinadas ao sistema de franquia, ambos práticas de gestão já consolidadas. Chama ainda a atenção o fato de o fenômeno ocorrer em um segmento supostamente refratário a essa adoção, sobretudo porque é valorizado como uma atividade artística em que predominam as competências pessoais, algumas tidas como habilidades inatas, efetivos talentos pessoais, a exemplo da criatividade. O objetivo principal deste trabalho é responder à seguinte questão: seriam a OCT, a criatividade e a inovação construtos incompatíveis entre si? Para realizar o seu intento, os autores combinam as informações coletadas em websites e entrevistas, bem como as suas próprias observações. Ao final, sugere-se que as repercussões no ambiente analisado, apesar de já se revelarem significativas, estão ainda em estágio inicial.

In the fast growing fitness industry the use of scientific organization of work might suggest a backward trend. These managerial practices are also associated with franchising as a business model. It is paradoxical because the industry is averse to the practices and to the business model as well because the fitness is valued as an artistic activity where personal skills, sometimes considered inborn, such as individual gifts and creativity should predominate. The main goal of this article is to answer the following question: are scientific organization of work, creativity and innovation compatible at all? The attempt to answer was made possible by visiting many websites, interviewing people and observingthe fitness businesses. It was found that at the organizational level the scientific organization of work is a limitation to creativity and innovation, but not eliminating them entirely. Thus the paradox remains and might bring further developments.

Organização científica do trabalho, franquia, globalização, fitness, mercado.
Scientific management, franchising, globalization, fitness, market.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede