Impactos da Privatização Sobre as Estratégias Competitivas de Empresas de Petróleo: um Estudo de Casos

Cite

APA

Silva, J. F. da., Carneiro, J. M. T., Cavalcanti, M. A. D. F. (2003). Impactos da Privatização Sobre as Estratégias Competitivas de Empresas de Petróleo: um Estudo de Casos. RAE - eletrônica, 2(2).

ABNT

SILVA, J. F. da.; CARNEIRO, J. M. T.; CAVALCANTI, M. A. D. F. Impactos da Privatização Sobre as Estratégias Competitivas de Empresas de Petróleo: um Estudo de Casos. RAE - eletrônica, v. 2, n. 2, junho-dezembro, 2003.

Jorge Ferreira da Silva - PUC-RIO/IAG - Other articles of this author
Maria Alice Deschamps Ferreira Cavalcanti - PUC-Rio - Other articles of this author

Em diversos países, o processo de desregulamentação da indústria do petróleo tem chegado até a privatização das empresas. Como conseqüência, o ambiente competitivo se torna mais hostil. A mudança no controle das empresas, associada às mudanças no ambiente competitivo, têm provocado alterações significativas nas estratégias competitivas adotadas. As empresas que antes não apresentavam estratégias competitivas claras, passam a exibir padrões de estratégias de diferenciação, ao mesmo tempo em que buscam paridade de custos com os demais concorrentes. Os dados da presente pesquisa sugerem que as tipologias estratégicas de Porter (1980) e de Mintzberg (1988) seriam adequadas à classificação das estratégias das empresas de petróleo, com destaque para a primeira, em função da parcimônia e da unicidade de tipo estratégico (i.e., cada empresa pôde ser classificada em um, e apenas um, dos tipos estratégicos do modelo) e destaque para a segunda em função do maior nível de detalhamento e poder descritivo.

In several country the deregulation of the oil & gas industry has led to privatization of the former state owned companies. As a result, the competitive environment has become more hostile. The change of ownership, together with modification in the competitive environment, have caused significant modifications in the competitive strategies. While companies did not use to have clear competitive strategies, after privatization they start to show clear patterns of differentiation strategies while at the same time they seek cost parity in the industry. The present research indicates that Porter's (1980) and Mintzberg's (1988) typology seem to be appropriate to classify oil companies' strategies. Porter's typology has two point in its favor: it is more parsimonious and if exhibits uniqueness of strategic type (i.e., each company would be classified in one, and only one, category of the model). On the other hand, Mintzberg's typology offers greater detail and descriptive power.

Estratégias competitivas, estratégias de mercado, vantagem competitiva, petróleo & gás.
Competitive strategies, market strategies, competitive advantage, oil & gas.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Ensino

Acompanhe na rede