Administração Complexa: Revendo as Bases Científicas da Administração

Citar

APA

Agostinho, M. E. (2003). Administração Complexa: Revendo as Bases Científicas da Administração. RAE - eletrônica, 2(1).

ABNT

AGOSTINHO, M. E. Administração Complexa: Revendo as Bases Científicas da Administração. RAE - eletrônica, v. 2, n. 1, janeiro-junho, 2003.

Este artigo aponta a Teoria da Complexidade como uma nova base conceitual capaz de readequar a prática administrativa ao ambiente organizacional contemporâneo. Neste sentido, é apresentada a "Administração Complexa" - uma abordagem gerencial que leva para o universo das organizações os conhecimentos oriundos desta nova ciência. Com base no funcionamento dos chamados "sistemas complexos adaptativos", são estabelecidos quatro conceitos-chave: autonomia, cooperação, agregação e auto-organização. Estes são sugeridos como os princípios da "Administração Complexa". Com o objetivo de demonstrar a abordagem, é apresentado um estudo de caso realizado em uma organização industrial brasileira, a qual desenvolveu um sistema de gestão autônoma em uma de suas fábricas. Tal sistema ilustra o novo papel da administração que, ao deixar de se concentrar na prescrição e no controle, passa à tarefa de promover as condições para que desempenhos superiores possam surgir da atuação de indivíduos autônomos.

This paper suggests the Complexity Theory as being a new conceptual basis that is capable of adapting administration to the kind of environment that contemporary organizations deal with. Then, a management approach - "Complex Administration" - is presented that aims at bringing the knowledge from this new science to the organizational universe. Based on the so called "complex adaptive systems", the key-concepts for our approach are established. Therefore, autonomy, cooperation, aggregation and self-organization are suggested as principles of "Complex Administration". Hopefully, by focusing on these four points, managers will be able to accomplish their task of influencing organizational performance. Aiming at demonstrating our approach, we present a case study carried out in a Brazilian industrial organization, which had developed an autonomous management system in one of its plants. This system illustrates the new role played by manager, who goes from commanding and controlling to autonomous individuals coaching.

Complexidade, administração, autonomia, cooperação, auto-organização.
Complexity, management, autonomy, cooperation, self-organization.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede