Collaborative agency in educational management: A joint object for school and community transformation

Agência colaborativa na gestão educacional: Um objeto conjunto para a transformação da escola e da comunidade
Agencia colaborativa en gestión educativa: Objeto conjunto para transformación escolar y comunitaria
Citar

APA

Lemos, M. (2017). Collaborative agency in educational management: A joint object for school and community transformation. RAE-Revista de Administração de Empresas, 57(6), 555-566. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-759020170604

ABNT

LEMOS, M. Collaborative agency in educational management: A joint object for school and community transformation. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 57, n. 6, novembro-dezembro, p.555-566, 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-759020170604

Monica Lemos - Helsingin Yliopisto - Outros artigos deste autor
ABSTRACT
This research paper discusses activities developed in a school located in a favela in the city of São Paulo, Brazil, and its surrounding community to deal with the issue of flooding. First, I present a review of the literature on educational management suggesting an expansive learning perspective, then I introduce the notion of collaborative agency as theoretical background. Methodologically, this study focuses on critical collaborative research and formative intervention, which implies different subjects taking part and negotiating decisions to be made during the research beyond school settings. The analysis is based on categories of description and argumentation, which contribute to the scrutiny of different voices and activities in the respective school and community. Thus, I discuss how collaborative agency contributes to the transformation of the given context: first, how the community becomes involved in the activities of the school, and second, how the school is involved in the activities of the community to overcome the problem of flooding.
KEYWORDS | Collaborative agency, educational management, school-community transformation, critical collaborative research, formative interventions.
RESUMO
Este trabalho de pesquisa discute as atividades desenvolvidas em uma escola de uma favela na cidade de São Paulo, Brasil, e na sua comunidade para lidar com o problema das inundações. Primeiro, apresento uma revisão da literatura sobre a gestão educacional que sugere uma perspectiva de aprendizagem expansiva, logo, sendo o meu contexto teórico, passo a debater a noção de agência colaborativa. Do ponto de vista metodológico, este estudo centra-se em uma pesquisa colaborativa crítica e em uma intervenção formativa, o que implica na participação de diferentes sujeitos e que decisões de negociação sejam tomadas durante a pesquisa, para além dos muros da escola. A análise baseia-se nas categorias de descrição e argumentação, que contribuem para o escrutínio de vozes e atividades diferentes, na respectiva escola e comunidade. Assim, abordo como a agência colaborativa contribui para a transformação de um determinado contexto: primeiro, como a comunidade se torna envolvida nas atividades escolares e, segundo, como a escola está envolvida nas atividades da comunidade para superar o problema das inundações.
PALAVRAS-CHAVE | Agência colaborativa, gestão educacional, transformação escola-comunidade, pesquisa colaborativa crítica, intervenções formativas.
RESUMEN
El presente artículo trata actividades realizadas en una escuela localizada en una favela en la ciudad de São Paulo, Brasil, y su comunidad vecina para tratar el tema de inundaciones. En primer lugar, presento una reseña de la literatura sobre gestión educativa sugiriendo una perspectiva de aprendizaje expansiva, luego, como mi fondo teórico, se trata la noción de agencia colaborativa. Metodológicamente, este estudio se concentra en estudio colaborativo crítico e intervención formativa, que implica diferentes individuos participando y negociando decisiones que se tomarán durante el estudio más allá de los entornos escolares. El análisis se basa en categorías de descripción y argumentación, lo que contribuye al escrutinio de diferentes voces y actividades en las respectivas escuela y comunidad. Por lo tanto, trato cómo la agencia colaborativa contribuye a la transformación del contexto dado: en primer lugar, cómo la comunidad se involucra en las actividades de la escuela, y en segundo, cómo la escuela está involucrada en las actividades de la comunidad para superar el problema de las inundaciones.
PALABRAS CLAVE | Agencia colaborativa, gestión educativa, transformaciones escolares-comunitarias, estudio colaborativo crítico, intervención formativa.
Num. Páginas: 
555-566

Envie seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede