RAE-Revista de Administração de Empresas, vol. 49, n. 1, jan-mar 2009

Editorial: 

RELEVÂNCIA E RIGOR NA ACADEMIA

O ano de 2009 coloca-nos grandes desafios. Um deles é contribuir para o entendimento da gestão em situações de crise, caracterizadas pela súbita mudança de expectativas, pela erosão das relações de confiança e pelos temores e esperanças que acompanham as perspectivas de mudança das estruturas socioeconômicas.

A RAE-revista de administração de empresas, um veículo de publicação acadêmica na área de Administração que se preocupa prioritariamente com as práticas de gestão, não pode ficar alheia a essas perspectivas de mudança, devendo inseri-las no seu direcionamento editorial. Para tanto, vale a pena destacar duas dimensões essenciais do conhecimento acadêmico: rigor e relevância.

Uma pesquisa acadêmica é rigorosa quando é fundamentada em uma cuidadosa construção conceitual e obedece a estritos ditames metodológicos, quando as formas e mecanismos que nortearam a realização do trabalho e a elaboração de suas conclusões
são claros, apropriados e resistentes a um processo de crítica franca e aberta. O trabalho acadêmico deve necessariamente ser rigoroso para que o conhecimento por ele gerado seja confiável, e disso derive um valor social significativo.

No entanto, o rigor, apesar de necessário, é insuficiente para garantir um trabalho acadêmico de qualidade. É preciso considerar também que o conhecimento em administração deve também ser relevante. Relevância, no sentido aqui atribuído, diz respeito ao impacto do conhecimento nas práticas sociais e econômicas. Para que um artigo seja relevante é preciso em primeiro lugar que trate de questões consideradas importantes, dignas de atenção, pela comunidade de leitores, e que traga contribuições
para o esclarecimento e a redefinição dessas questões. No seio da comunidade acadêmica a relevância é normalmente construída por meio de um processo de diálogo com outros autores e do caráter interativo da discussão que se estabelece entre os autores dos artigos, os leitores e os potenciais autores de novas. Esse ponto reforça a visão de que a construção do conhecimento, especialmente na área de ciências sociais aplicadas, é uma empreitada coletiva.

Artigos que são apenas rigorosos mas pecam pelo fato de terem baixa relevância correm o risco de serem meros exercícios de preciosismo metodológico ou conceitual, dedicando grandes esforços à elucidação de questões que não são vistas como importantes pela comunidade. Esses artigos correm o risco de ser grandes desperdícios de recursos por terem baixa capacidade de gerar um diálogo acadêmico que mobilize a comunidade acadêmica e os diversos stakeholders que participam no processo de produção e disseminação do conhecimento.

Artigos que tratem de temas relevantes sem uma abordagem rigorosa, seja na metodologia seja no fundamento conceitual, podem ser inspiradores e proféticos, mas lhes faltarão uma dimensão essencial de confi abilidade dada pelo rigor da argumentação e dos procedimentos metodológicos.

Os artigos que procuramos prioritariamente para a RAE são aqueles que aliam rigor e relevância, aqueles que contribuem para a análise, a crítica e o aperfeiçoamento das práticas administrativas mediante o uso de referenciais teóricos sólidos, argumentação
cuidadosamente construída e procedimentos metodológicos adequados.

Nesta edição, seguindo os preceitos acima, oferecemos aos leitores artigos nas áreas de Estratégia, Contabilidade e Tecnologia da Informação. Reinaldo Guerreiro, Maria Aparecida Gouvêa e Ariovaldo dos Santos abordam a decisão estratégica e
econômica tomada por controllers quanto à política de bonificação em quantidade de produto. Octávio Ribeiro de Mendonça Neto, Edson Luiz Riccio e Marici Cristine Gramacho Sakata examinam pesquisas contábeis no Brasil. Marco Aurélio Alves de Mendonça, Fernando de Almeida Freitas e Jano Moreira de Souza relacionam o uso da tecnologia da informação com a produtividade da mão-de-obra. Otávio Próspero Sanchez e Alberto Luiz Albertin analisam os limites da racionalidade na tomada de decisão para investimento.

Esta edição conta, ainda, com o Fórum de Indústrias Criativas, organizado por Thomaz Wood Jr., Pedro F. Bendassolli, Charles Kirschbaum e Miguel Pina e Cunha. Em artigo convidado, os organizadores contextualizam as pesquisas teóricas e empíricas nesse novo campo organizacional. Joseph Lampel, Theresa Lant e Jamal Shamsie mostram as potencialidades e barreiras na gestão das organizações criativas. João Paulo Matta e Elisabeth Regina Loiola da Cruz Souza analisam duas produções cinematográficas nacionais, consideradas bem-sucedidas, e comparam os seus processos produtivos. Lucia Maria Bittencourt, Marie Agnes Chauvel e Maribel Carvalho Suarez avaliam o processo de criação de telenovelas, investigando a margem de improvisação dentro do planejado.

Na Resenha, Charles Kirschbaum e João Marcelo Crubellate abordam o neoinstitucionalismo. Nas Indicações Bibliográficas, Jaci Correa Leite sugere leituras de Negociação e Pedro F. Bendassolli apresenta obras no campo do Simbolismo Organizacional.

Boa leitura e bom início de ano a todos!

Flávio Carvalho de Vasconcelos
Editor-chefe

Expediente: 

RAE-Revista de Administração de Empresas®
ISSN 0034-7590
www.fgv.br/rae

Comitê de Política Editorial
Carlos Osmar Bertero, Clóvis L. Machado-da-Silva, Flávio Carvalho de Vasconcelos, Maria José Tonelli, Maria Tereza Leme Fleury, Thomaz Wood Jr.

Editor-chefe
Flávio Carvalho de Vasconcelos

Editor adjunto
Rodrigo Bombonati

Corpo Editorial Científico
Alexandre de Pádua Carrieri (UFMG - MG, Brasil), Delane Botelho (FGV-EBAPE - RJ, Brasil), Eduardo P. B. Davel (TELUQ - Quebec, Canadá), Eloise Helena Livramento Dellagnelo (UFSC - SC, Brasil), Ely Laureano de Paiva (Unisinos - RS, Brasil), Fábio Frezatti (FEA-USP - SP, Brasil), Henrique Luiz Corrêa (CRUMMER - Flórida, Estados Unidos), João Amaro de Matos (Universidade Nova de Lisboa - Lisboa, Portugal), José Antônio Gomes Pinho (UFBA - BA, Brasil), Julio de Castro (Instituto de Empresa - Madrid, Espanha), Marcelo Gattermann Perin (PUC - RS, Brasil), Maria Ceci Araújo Misoczky (UFRGS - RS, Brasil), Maria Schuler (FEA-USP - SP, Brasil), Marlei Pozzebon (HEC - Montreal, Canadá), Pedro Lincoln C. L. de Mattos (UFPE - PE, Brasil), Richard Saito (FGV-EAESP - SP, Brasil), Rita de Campos Cunha (Universidade Nova de Lisboa - Lisboa, Portugal), Sérgio Lazzarini (IBMEC - SP, Brasil), Rodrigo Bandeira-de-Melo (UNIVALI - SC, Brasil) Tales Andreassi (FGV-EAESP - SP, Brasil)

Editora de livros
Roseli Morena Porto

Redação
Assistente Administrativa: Denise Francisco Cândido
Copidesque: Carolina Tomasi, Francisco José M. Couto e João Bosco Medeiros
Tradutor: Robert Dinham

Administração / Comercial
Responsável: Ilda Fontes
Estagiária: Silvana das Graças de Paula

Relacionamento / Assinaturas
Responsável: Thalita Souza Salgado
Estagiária: Rairis de Souza

Distribuição
Comunidade Científica: 2.800 exemplares
Assinantes pagos: 2.000 exemplares
Assinantes cortesia/permuta: 800 exemplares

Assinatura Anual: R$ 100,00
Exemplar Avulso: R$ 25,00

Pontos de venda
Livrarias da FGV

Arte/Editoração eletrônica
Diagramação: Cristiane Tassi

Produção industrial
Impressão e Acabamento: Gráfica Bandeirantes
Data de Impressão: 05.01.09
Tiragem: 2.800 exemplares

Periodicidade
Trimestral

CAPES/Qualis
A-Nacional

Indexadores
Ebsco Publishing: Business Source Complete, Economia y Negocios, Fonte Acadêmica
www.ebscohost.com

SciELO - Scientific Electronic Library Online
www.scielo.org

Diretórios
10th Edition of Cabell’s Directory of Publishing Opportunities in Management
www.cabells.com

IBSS - International Bibliography of the Social Science
www.lse.ac.uk

Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
www.latindex.org

Ulrichs Periodical Directory
www.ulrichsweb.com

Central de Relacionamento
São Paulo e Grande São Paulo: + 55(11) 3281-7999
Demais Localidades: 0800-16-2311
Fax + 55(11) 3281-7871
Av. 9 de Julho, 2029
01313-902 - São Paulo - SP
rae@fgv.br

Ficha catalográfica: 

RAE - revista de administração de empresas V. - maio/agosto 1961 - Rio de Janeiro
Ed. Fundação Getulio Vargas
ISSN 0034-7590
v. ilust. 27,5cm trimestral
Quadrimestral até 1962, trimestral até 1973, bimestral até 1977, trimestral até julho/1992, bimestral até 1995, trimestral
a partir de 1996.
Revista da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP)

Diretores: maio/1961 a jun/65, Raimar Richers; jul/65 a dez/66, Yolanda F. Balcão; jan/67 a jun/68, Carlos Osmar
Bertero; jul/68 a jun/69, Ary Bouzan; jul/69 a jun/71, Orlando Figueiredo; jul/71 a dez/72, Manoel Tosta Berlinck; jan/73 a jun/75, Robert N.V.C. Nicol; jul/75 a mar/80, Luiz Antonio de Oliveira Lima, abr/80 a mar/82, Sérgio Micelli Pessoa de Barros; abr/82 a dez/83 Yoshiaki Nakano; jan/84 a set/85, Sérgio Micelli Pessoa de Barros; out/85 a set/89, Maria Cecília Spina Forjaz; out/89 a dez/89, Maria Rita Garcia L. Durand; jan/90 a set/91, Gisela Taschner Goldenstein; out/91 a nov/95, Marilson Alves Gonçalves; dez/95 a dez/00, Roberto Venosa; jan/01 a dez/04, Thomaz Wood Jr.; jan/05 a ago/07, Carlos Osmar Bertero; ago/07, Francisco Aranha; set/08, Flávio Carvalho de Vasconcelos

Inclui Bibliografia
1. Administração geral e de empresas - Periódicos. I. São Paulo (cidade). FGV-EAESP.
CDD 658.05 CDU 65.01(05) 658 (05)

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede