RAE-Revista de Administração de Empresas, vol. 41, n. 1, jan-mar 2001

Editorial: 

Temos recebido, na redação da RAE, inúmeras sinalizações de que a estratégia editorial está sendo bem acolhida pelos nossos leitores. É importante salientar que a venda em bancas está aumentando, o que permite progredir na hipótese de que o material publicado está atraindo novos interessados. Neste primeiro número de 2001, mantemos o padrão seguido até hoje. Procuramos trazer sempre artigos das mais variadas áreas de atuação da FGV/EAESP e, principalmente, publicar matérias que sejam de interesse dos assinantes que não freqüentam, necessariamente, a nossa Escola. Em Organização, Recursos Humanos e Planejamento, trazemos oportuna análise sobre gestão de competências versus gestão de desempenho. Em Administração Mercadológica, Inês Pereira examina o desempenho das marcas de propriedade. Administração Contábil e Financeira vem com um assunto técnico tratado de modo rigoroso - efeitos fiscais da inflação na análise de projetos - e uma primeira matéria em inglês, de autoria de David Hastings, professor que atua no Centro de Excelência Bancária da FGV/EAESP, sobre portfolio valuation in banks. O professor David. Para Administração da Produção e Sistemas de Informação, reservamos um leque amplo de artigos, desde a investigação conduzida pela professora Ligia Maura Costa sobre pirataria na Internet até um exame de cadeia de suprimentos sob uma visão dinâmica da decisão de execução ou terceirização e, também, mais uma matéria em inglês, sobre o ensino de Administração da Produção e Operações. Gilson Nunes de Paula responde pela autoria do artigo sobre os desafios da indústria farmacêutica global e o redesenho do negócio pela Merck. Como de hábito, publicamos duas resenhas e, na RAE Light, em Contraponto, convidamos nossos leitores a acompanhar o dilema de inovar e competir por meio da gestão de pessoas. Em Tendências, Ana Cristina Braga Martes examina a formação de mercados de consumo para produtos brasileiros a partir da existência de um contingente de emigrados. Ainda que as festas de fim de ano já tenham ocorrido, nunca é tarde para desejar-lhes um próspero Novo Milênio.

Roberto Venosa
Editor e Diretor

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede