Processo de Avaliação

O processo de avaliação de artigos submetidos à RAE, após triagem preliminar por formato (adequação do artigo às regras de normalização e formatação exigidas) e uso de sistema de detecção de similaridade, consiste em três etapas: 

  1. Triagem realizada pelo Editor Chefe: examina a adequação do trabalho à linha editorial da revista e seu potencial para publicação;
  2. Avaliação preliminar por um membro do Corpo Editorial Científico: visa identificar a contribuição efetiva do artigo para a sua área de especialidade; a consistência da metodologia científica e da amostra utilizada; relevância e atualidade da bibliografia citada. Nesta etapa, o artigo pode ser rejeitado ou  encaminhado para o processo de avaliação duplo-cega; e
  3. Sistema double blind review: coordenado por um membro do Corpo Editorial Científico da área de especialidade do artigo, consiste na interação entre autores e dois pareceristas especialistas que, ao avaliarem o trabalho, fazem comentários e sugestões de aperfeiçoamento. As avaliações são consolidadas e complementadas pelo editor científico e pelo editor chefe e encaminhadas aos autores. Essa etapa envolve reavaliações contínuas, reunindo esforços para aprimoramento dos artigos.

Se aprovado, o artigo é submetido à edição final e à revisão ortográfica e gramatical. Os autores são comunicados de todos os passos do processo de avaliação e preparação dos trabalhos.

O prazo médio anual entre submissão e aprovação do artigo para publicação foi 219 dias em 2016.

As principais razões de rejeição de artigos submetidos à RAE são:

  1. Inadequação de formato;
  2. Falta de atualização e qualidade da revisão de literatura;
  3. Deficiência na metodologia utilizada e
  4. Lacunas teóricas a serem preenchidas e contribuições do estudo insuficientes ou pouco claras.

 

16/02/2017 - 15:33

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede