GV-executivo, vol. 16, n. 5, setembro-outubro 2017

Editorial: 

Articulação para o desenvolvimento sustentável

Esta edição está totalmente dedicada ao tema da Sustentabilidade, evidentemente uma questão de sobrevivência, já que, como mencionou o ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas Ban Ki Moon, não há plano B porque não há planeta B.

Vale a pena relembrar a agenda dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU que, articuladamente, devem ser implementados em todos os países até 2030:

1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e a melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.

3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

6: Assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e do saneamento para todos.

7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

8: Promover crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

11: Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

12: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

13: Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

14: Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento

sustentável.

15: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

16: Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

17: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

 

Estamos longe de tais objetivos, mas eles deveriam guiar as ações de todos nós. Os diversos artigos apresentados nesta edição ajudam a compreender a complexidade dessa articulação e também dão sugestões de como podemos caminhar mais próximos desses ideais. Em destaque, a entrevista com Pedro Passos, sócio e cofundador da Natura, fala sobre tendências em sustentabilidade, inovação, liderança e as perspectivas para o Brasil nos próximos anos. Completam esta edição as colunas: Fora da Caixa, por Samy Dana; Recursos Humanos, por Marcelo Nobrega; Economia, por Paulo Sandroni; e Sociedade e Gestão, por Edgard Barki.

 
Boa leitura.
 
Maria José Tonelli – Editora chefe
 
Adriana Wilner – Editora adjunta

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede